Sobre nossos defeitos e qualidades e os porcos-espinhos no inverno

Acredite: bons relacionamentos não tem a ver com perfeição!

Eu estava para começar uma palestra para uma importante empresa distribuidora de alimentos quando lembrei da história do porco-espinho no inverno.

E veio a calhar porque eu reparei que naquele grupo as pessoas não se davam muito bem: um criticava o outro, ninguém assumia a responsabilidade de nada, quando a empresa tinha um problema, sempre era culpa do outro colega ou do outro setor….

No inverno em regiões congelantes, muitos animais morrem por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos.

Assim, se agasalhavam e se protegiam uns aos outros, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.

Por isso, decidiram se afastar uns dos outros e voltavam a morrer congelados.

Precisavam fazer uma escolha: ou aceitariam os espinhos dos companheiros ou desapareceriam.

A decisão, claro, foi a da sobrevivência: decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa próxima podia causar, já que o mais importante era se manter vivo, com o calor do outro.

E assim sobreviveram.

Powered by Rock Convert

O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas; não existe perfeição! O melhor relacionamento é  aquele no qual cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e admirar suas qualidades.

Quer receber meus podcasts em primeira mão? Assine meu canal gratuitamente no Spotify, no Deezer ou no iTunes.

#BóraVoar

Diego Maia é #OCaraDasVendas!

Palestrante de vendas e motivação mais contratado do Brasil, Diego tem expressiva atuação em Portugal e recentemente foi eleito um dos 10 maiores influenciadores de vendas do país.

Contrate uma palestra do Diego Maia para sua convenção de vendas: faça sua cotação clicando aqui

Powered by Rock Convert


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.