Se a gente falasse menos talvez compreendesse mais!

A música “Congênito”, Luis Melodia, tem o poder de te tornar um profissional melhor!

Não sei te dizer bem o porque, mas a música “Congênito” deixada por Luis Melodia tem povoado a minha cabeça ultimamente. Em especial os dois versos iniciais, que diz assim: Se a gente falasse menos / talvez compreendesse mais.

Pensa comigo: é de uma sabedoria incrível e serve para tudo.

Tenho usado esta poesia para estimular que vendedores e representantes comerciais treinados por mim em palestras e treinamentos, escutem o cliente. Porque, a maioria dos que conheço, acham que vender é falar, falar e falar.

A forma de vender mudou! Acabou a era dos discursos em forma de monólogo. O papel do profissional de vendas é fazer perguntas e não mais, somente, responde-las.

Powered by Rock Convert

O mesmo tenho falado a líderes e a empresários: nosso papel como gestor não é e nem pode ser somente dar ordens, explicar sobre a criação do universo e ser o único correto da historia.

ACORDA! O mundo mudou, e muito!

O trabalho do bom gestor – e ai eu defino como bom gestor aquele que consegue extrair o melhor de sua equipe, fazendo com que ela se sinta valorizada e estimulada a alcançar metas – deve ser ouvir mais, perguntar mais.

Passamos a maior parte do nosso tempo útil no trabalho – e tem gestor que que não sabe nem a idade e o nome dos filhos dos seus liderados.

Se a gente falasse menos / talvez compreendesse mais” serve pra todo mundo. Serve, por exemplo, pro marido, pro filho, pro professor e até para grandes cargos!

Se inscreva gratuitamente no meu canal no YoutTube e não esqueça de ativar as notificações!

#BóraVoar?

Diego Maia é o palestrante de vendas e motivação mais contratado do Brasil, com expressiva atuação em Portugal. Recentemente foi eleito um dos 10 maiores influenciadores de vendas do país.

Contrate uma palestra do Diego Maia para sua convenção de vendas: faça sua cotação clicando aqui



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.