Assuma o protagonismo de sua própria vida

Não seja coadjuvante de sua própria história. Trabalhe com determinação e com ousadia. Ouse mais, faça mais e veja tudo acontecer!

 

Eu não sei você, mas eu adoro aquela música do mestre Zeca Pagodinho, “Deixa a vida me levar“.

Quando toca ninguém fica parado, todo mundo canta, todo mundo sabe a letra.

Mas, na boa: a letra é ótima, o clima fica incrível… mas deixar a vida levar é ser apenas reativo ao que as pessoas propõem.

Primeiramente, desde muito cedo eu entendi que se eu desejo resultados melhores e maiores, preciso ser proativo e colocar em prática aquilo que eu aprendo. E eu agi!

Em outras palavras, eu decidi, há muito tempo, que esta letra pode ser curtida, mas não vai pautar o meu modo de vida.

Eu decidi desde novo ser o protagonista da minha própria vida, e não um mero coadjuvante.

Por exemplo, me dá calafrios pensar que existem pessoas que nem coadjuvantes são. São meros figurantes, fazem ponta na sua própria vida.

No ambiente de trabalho, te digo sem medo de errar que pelo menos 70% das pessoas são aquelas que, quando muito, só fazem o que é pedido.

São reativos, trabalham sem atitude, sem determinação. Então, levam uma vida morna, nem muita fria, nem muito quente. E quando a gente vê já é sexta-feira, já é Natal, já são  30, 40, 50 anos dedicados a um trabalho que não gostam apenas para sobreviver, apenas para pagar contas.

Mudar este roteiro não é fácil mas é possível.  Por exemplo, o primeiro passo pode estar justamente neste insight aqui: Decida ser  o protagonista de sua própria história!

Portanto trabalhe com determinação e com ousadia. Ouse mais. Faça mais. É por você e não pelo seu chefe.

Já está inscrito no meu novo canal no Telegram? Tem conteúdo novo todo dia direto no teu telefone. Clica e vem!

#BóraVoar?

Diego Maia é considerado o palestrante de vendas mais contratado do Brasil. Leve uma palestra ou treinamento do Diego Maia para impulsionar a sua equipe: faça sua cotação clicando aqui